Alimentos processados MATAM? / Ultra processed food kills you?

(Versão Português/ English version down)

Por Maressa de Lima.

NATURAL, essa é a palavra do momento que está na boca do consumidor.

Como uma criança defini o mudo em duas palavras, “BOM” e “RUIM “assim o consumidor está classificando os alimentos e o mais alarmante é que os alimentos industrializados” passam a ser os vilões. Neste quadro ao lado em uma enquete de Instagram, é praticamente unânime a visão do consumidor de que qualquer alimento que tenha sido colocado nas gondolas de supermercado por uma empresa alimentícia faz mal a saúde.

MAS, COMO TUDO COMEÇOU?

Alguns estudos científicos observacionais, friso a importância desta palavra já que por definição nenhum estudo científico observacional pode concluir uma causalidade, eles apenas podem relacionar um risco relativo de uma exposição a uma causa (princípios básicos de Epidemiologia).

Mas parece que isso é totalmente ignorado pelas mídias sociais a fim de alguns cliques:

Estas pesquisas então relacionaram o risco de desenvolver doenças crônicas não transmissíveis a exposição a alimentos ultra processados. Mas, se avaliarmos o mercado de alimentos, categorizando os alimentos segundo a definição da NOVA (minimamente processados, ingredientes culinários processados, processados, ultra processados) segundo análise do Euromonitor a nível global, parece que a calorias ingeridas per capita vinda de alimentos não processados e alimentos processados está em balance:

Source: Euromonitor

Há pouco as mídias sociais demonizavam o sal, açúcar e gordura e a indústria de alimentos então reuniu grandes esforços para remodelar seus produtos:

Se essa categorização pejorativa dos alimentos for globalizada, isso pode significar um grande desafio para a Industria de alimentos.

Vamos continuar correndo atrás das mídias sociais para adaptar nossos produtos a todas as novas “modas” ou vamos nos preocupar em educar o consumidor?

Se a sua resposta for a segunda, então lhe convido a conhecer o nosso trabalho nas redes sociais!

English version

NATURAL, this is the word consumers most speak about now.

As a child defines the world in two simple words, “good” or “bad, this is how consumers are classifying food and the biggest concern is that packaged food is the villain.

This Picture on the right side it is a survey made on Instagram and show us that the majority of consumers think that packaged food is bad for you.

https://www.instagram.com/maressa.de.lima/

https://www.youtube.com/channel/UCH_mpyeYlaYpc55OiUwNTNQ

BUT HOW HAS IT ALL BEGUN?

In some observational scientific studies, I highlighted the importance of this world since no observational study can prove or conclude a cause for and exposure, it can only relate the risk of disease due to the exposure (basic principles of epidemiology).

But, seems that this little word does not change anything, and it’s totally ignored by social media just to gain some “clicks”:

Those researches related the risk of developing a non-communicable disease to ultra-processed food exposure. Oddly, if we observe the food market, categorized as by the definition of NOVA (minimally processed, culinary ingredients processed, processed, ultra-processed), according to Euromonitor analysis globally, seems that the per capita calories ingested that come from unprocessed food or processed food are in total equilibrium:

Source: Euromonitor

Not long ago the social media had the sugar, salt and fat and demons and so the industry replied reformulating its product:

If ultra-processed food becomes a big talking point for consumers, this could present the packaged food and beverage industry with a huge challenge in the future. 

Are we going to keep running to achieve what social media says it’s good, adapting our product to every new “trend “or are we going to educate consumers to know the truth?

If your answer is the second one, so I invite you to get to know my job on social media.

https://www.instagram.com/maressa.de.lima/

https://www.youtube.com/channel/UCH_mpyeYlaYpc55OiUwNTNQ

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: